segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Novo blog

"Bem vindos ao Blog da Associação de Antigos Alunos do Externato S. Vicente de Paulo
Hoje nasceu o Blog Sempre Vicentinos, uma iniciativa da Associação de Antigos Alunos do Externato S. Vicente Paulo para unir todos os antigos alunos do Colégio também no ambiente virtual.
O objectivo deste Blog é ser um elo entre a antiga e actual comunidade SVP, ou seja, tornar-se num ponto de encontro entre todos os que passaram pelo Colégio (antigos alunos, professores e funcionários), e onde cada um é convidado a participar com as suas ideias e a partilhar com os outros tudo o que achar interessante.
O Blog será actualizado regularmente com todas as novidades referentes às iniciativas da associação e também com noticias relativas às actividades da Comunidade escolar, mas não só. Será também um espaço de partilha de memórias de quem frequentou o Colégio, proporcionando assim o reencontro de antigos colegas e amigos.
Quem quiser, poderá também deixar sugestões de filmes, teatro, música, espectáculos, séries de TV, vídeoclips, livros, gastronomia, vídeo jogos, viagens, enfim, tudo o que ache interessante ou divertido divulgar nesta comunidade.
Terminamos este primeiro post fazendo um apelo para que nos visitem regularmente e ajudem a divulgar e dinamizar o Blog de todos nós!"

Bem vindos a
www.semprevicentinos.blogspot.com

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

VIVA LA VIDA




Parabéns à Catarina Quintino, à Teresa e ao Jaime que fazem anos hoje. Mais atrasado, mas não menos importante, parabéns ao Diogo Simão que este ano fez, por iniciativa própria, um jantar de aniversário a comemorar o 21º aniversário (já chegava de festas surpresa!)

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

parabéns pai



[o desejo da tua vela é para mim! peço com muita força, que continues, por muitos mais anos, a ser o meu grande amigo...]

sábado, 22 de novembro de 2008

está frio lá fora...

Não há neve, apesar do imenso frio lá fora...mas aqui está-se tão bem!



[sobre o fim de semana em família e amigos na serra da estrela, para comemorar o aniversário da Inês]

Parabéns Ines


PARABÉNS!


quinta-feira, 20 de novembro de 2008

GOTAN PROJECT em Lisboa



"O Campo Pequeno recebe, em Dezembro, uma das bandas mais interessantes e surpreendentes dos ultimos anos, os inventores do cibertango, para um espectaculo unico e especial.

Se fosse possivel eleger um unico responsavel pela aproximacão do publico as sua raizes culturais, um nome surgiria quase unânime Gotan Project.
La Revancha del Tango, o primeiro disco, conquistou a Argentina e o mundo, com um improvavel casamento entre o tango e a musica electronica alterando a face do tango argentino.
Com mais de um milhão de copias vendidas e de espectaculos sempre com lotacões esgotadissimas um pouco por todo o mundo, os Gotan Project apresentaram em 2006 o seu ultimo album Lunatico. Este segundo trabalho do grupo formado por Phillipe Cohen, Cristoph Müller e Eduardo Makaroff deu seguimento a fusão do tango com as sonoridades da musica electronica, jazz, hip-hop e chill-out.
Os portugueses têm a oportunidade unica de ver um espectaculo de alta qualidade estetica e sonora.
Musica e espectaculo capaz de conquistar todos os amantes do tango mais autênticos, eternizando o bandoneon argentino de Piazzolla, assim com os adeptos da electronica mais inventiva.
Definitivamente o tango não deu ainda a sua ultima palavra...

Dia 20 de Dezembro de 2008 - CAMPO PEQUENO - Lisboa"



EU QUERO IR!

domingo, 16 de novembro de 2008

+ inspiração




slideshow:
http://www.flickr.com/photos/friendsofthehighline/sets/72157605739397352/show/

"THE HIGH LINE
Public Park, New York, 2009
The High Line, in collaboration with Field Operations, is a new 1.5-mile long public park built on an abandoned elevated railroad stretching from the Meatpacking District to the Hudson Rail Yards in Manhattan. Inspired by the melancholic, unruly beauty of this postindustrial ruin, where nature has reclaimed a once vital piece of urban infrastructure, the new park interprets its inheritance. It translates the biodiversity that took root after it fell into ruin in a string of site-specific urban microclimates along the stretch of railway that include sunny, shady, wet, dry, windy, and sheltered spaces. Through a strategy of agri-tecture—part agriculture, part architecture—the High Line surface is digitized into discrete units of paving and planting which are assembled along the 1.5 miles into a variety of gradients from 100% paving to 100% soft, richly vegetated biotopes. The paving system consists of individual pre-cast concrete planks with open joints to encourage emergent growth like wild grass through cracks in the sidewalk. The long paving units have tapered ends that comb into planting beds creating a textured, “pathless” landscape where the public can meander in unscripted ways. The park accommodates the wild, the cultivated, the intimate, and the social. Access points are durational experiences designed to prolong the transition from the frenetic pace of city streets to the slow otherworldly landscape above. "

sábado, 15 de novembro de 2008

às vezes...

às vezes, ao fim de semana, apatece-me que chova! para ter a desculpa de não poder sair e ficar em casa, no sofá, com a manta aos quadrados castanhos (que foi feita de um robe muito antigo do pai), lareira acesa, chá, e um filme romântico...



(adoro ouvir esta música com o som muito alto)

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

família feliz

* Crítica ao texto "Família feliz", de Miguel Esteves Cardoso, que pode ler em: http://foruns.clix.pt/geral/printthread.php?Cat=&Board=Literatura&main=555951&type=post


“ Se se quer conservar a família, é preciso mantê-la afastada. (...) A separação cria saudade. A distância facilita o respeito.” Partindo destas premissas Miguel Esteves Cardoso reflecte sobre a distância / proximidade dos elementos de uma família. Para o mesmo a “família ideal” não deve partilhar o mesmo espaço, sendo que a felicidade desta depende de “uma questão puramente arquitectónica”. E se assim fôr, “Mais tarde ou mais cedo, como é regra do amor, as saudades superam os ressentimentos e as campainhas recomeçam a tinir, e os “desculpa lá” recomeçam a ressoar. As pazes fazem-se de livre vontade. Os beijinhos dão-se de bom grado. A família reúne-se, no verdadeiro sentido da palavra. E reina a concórdia.”
Este texto permite a reflexão sobre aquilo que é a família e das suas relações com o espaço físico, fazendo com que se pense sobre os limites físicos do nosso comportamento em sociedade.


Não é que discorde na totalidade com o texto de Miguel Esteves Cardoso, mas leio e releio e este começa a fazer algum sentido ao mesmo temo que, por ser tão drástico (e um bocadinho incoerente), também me afecta. Mas isso também pode ser porque sou ‘romântica’ e optimista e acredito no valor da família...mesmo aquela que coabita no mesmo espaço.

“Cada qual com a sua banda sonora”. Fazer deste o lema da família do futuro pode ser uma mostra de respeito e zelo pelas pessoas na sua individualidade. Uma pessoa pode só ser feliz quando faz aquilo que quer! Mas será realmente necessário associar o bem estar individual à negação de uma convivência diária da familia no mesmo espaço físico? “O segredo é conviver em vez de coabitar”, mas não será mais tentador conseguir conviver no espaço que coabitamos e partilhamos com aqueles que nos deviam ser/são mais queridos? E não será possível conseguir respeitar o “espaço” de cada um, mesmo na mesma casa? O problema não é o espaço físico! Trata-se de conseguir respeitar o espaço moral de cada um...esse que é também formado com a influência da família, porque ‘família’ é um grupo que influencia e é influenciado. A questão que se põe às famílias consanguíneas põe-se também às restantes ‘famílias’, como é, por exemplo, um grupo de amigos.
Há que, em qualquer situação, saber respeitar o espaço de outra pessoa. A nossa liberdade acaba quando a de outro começa! E deste modo,desde que se construa um núcleo assente em principios morais correctos, qualquer família pode ser feliz. A esta receita junta-se o número de dias da semana de colheres de sedução, o mesmo número de gotas de charme, alguma paciência, dedicação e amor e uma dose q.b de não optar pelo facilitismo (“Para uma família ser feliz, é necessário haver sedução. Os filhos têm que ser charmosos para encantar os pais, os pais têm de se esforçar para educarem convincentemente os filhos. E marido e mulher, caso queiram permanecer juntos, têm de passar a vida inteira a engatar-se. O mal da família é a felicidade. É pensar que aquele amor já é um sentimento arrumado.”, “Uma família que é obrigada a convencer-se e seduzir-se, a respeitar-se mutuamente é uma família que pode durar para sempre.”), porque manter uma família unida e conseguir conciliar as diferentes personalidades que a compõem não é fácil nem perfeito, mas é necessário para a construção de um comportamento mais correcto e o crescimento mais saudável de todos os seres humanos.
Se “o mal da família é um problema de má-criação e de falta de respeito” deixa de ser um problema de ‘espaço’. Tendo em conta a opinião referida no parágrafo anterior, crescer fora de um ambiente de família unida só contribuí para essa má-criação e falta de respeito...o egocentrismo e egoísmo. É necessário aprender a respeitar não só as nossas necessidades e gostos, mas também as daqueles que nos rodeiam. Apesar do autor do texto ter razão em algumas coisas que redige, não se pode resumir a solução da construção de uma “família feliz” apenas pelo ‘afastamento’.

A família não é perfeita (existirá uma família perfeita?), mas também não é uma “instituição insuportável”. A minha é maravilhosa! Faz-me desejar dar-lhe continuidade: um casamento, se possível 5 filhos, educá-los e vê-los crescer, com o objectivo de fazer deles bons cidadãos e fazer com que tenham uma vontade prazerosa de continuar ‘a família’, e assim, sim, fazer disso um “círculo vicioso”.

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

beggin, beggin you...

fica prometido!

Já há algum tempo que não nos víamos...
Fica agora prometido um jantar no japonês!

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

inspiração



“Adoro a música. Os andamentos lentos nos concertos de piano de Mozart, as baladas de John Coltrane, o tom da voz humana em certas canções tocam-me.
Espanta-me a capacidade dos homens para criar melodias, harmonias e ritmos.
No entanto, o mundo dos sons também inclui as oposições de melodia, harmonia e ritmo. Conhecemos dissonâncias e ritmos quebrados, fragmentos e concentrações de sons; e existem os ruidos meramente funcionais a que chamamos barulho. A música contemporânea trabalha com estes elementos.
Penso que a arquitectura contemporânea, no fundo, deveria dispor de um ponto de partida igualmente radical como o da Música Nova. Mas a esta exigência são impostos limites. Se a composição de uma obra se basear em desarmonia e fragmentação, em ritmos quebrados, clustering e quebras estruturais, a obra pode de facto transmitir mensagens, mas a compreensão da mensagem apaga a curiosidade e o que resta é a pergunta quanto à utilidade do objecto arquitectónico para a vida prática.
A arquitectura tem o seu espaço de exixtência. Encontra-se numa ligação física especial com a vida. No meu ponto de vista inicialmente não é mesnagem nem sinal, mas invólucro e cenário da vida, um recipiente sensível para o ritmo dos passos no chão, para a concentração do trabalho, para o silêncio do sono.”

Zumthor, Peter; “Pensar a Arquitectura”; GG.


Hoje sinto-me tão inspirada...

sábado, 8 de novembro de 2008

Hortelã

A minha avó plantou hortelã no 'canteiro' das janelas da sala. Há pouco chamou-me para ir lá cheirar. Chamou-me porque sabe o quanto gosto daquele saborzinho, daquele cheirinho... A hortelã cheira-me a campo, a comidinha caseira, a uma canja a sério, com galinha criada no campo, como a prima Doloures me fez uma vez em que tive vergonha de repetir a dita canja porque antes de quase me obrigarem a comê-la tinha dito que não queria, que preferia comer só o segundo prato... Se soubessem as vezes que falo nessa canja e a vontade que ainda hoje tenho de a repetir! E as saudades que tenho de ir para a Macheira...
Quando era mais nova íamos sempre. Eu, a Inês e a avó, aproveitando o facto de termos quase três meses de férias de Verão. A casa era da minha bisavó, antiga, já com algumas alterações feitas pelo meu avô. Aquele sol, aquele ar puro...eu e a Inês conseguíamos entreter-nos o dia todo a fazer colares de missangas, a brincar com os bonecos, a tomarmos banho no tanque, a ir buscar água à fonte - havia sempre discussão quando íamos à fonte, queríamos ser as duas a girar a manivela que activava a bomba (uma roda gigante, ainda mais para o nosso tamanho). Só víamos televisão na casa da Rosita ou da prima Doloures. Dávamos comida aos porcos, às galinhas e aos pintos. Amassava pão com a prima Aldina. Passeávamos de mota com a Rosita - a Inês só até à horta, porque era mais pequenina, eu até Santa-Margarida. Quando o primo André lá estava ainda era melhor - assistíamos juntos a imensos filmes de desenhos animados e cantávamos horas sem fim para um gravador que depois punhamos a tocar para nos ouvirmos. E a nossa maior alegria era fazer gelados de danoninhos, para comermos a meio da tarde e à noite ir ao padeiro escolher o pão para o dia seguinte - quando lá íamos dava-nos sempre um bocadinho de massa e nós fazíamos a forma do nosso pãozinho... ao pequeno-almoço lá comíamos o nosso pão em forma de passarinho, de coração ou laçarote com doce que a avó fazia...
Depois das férias, no colégio, a iniciar o ano lectivo do 6ºano a professora Olívia, de História, perguntou-me onde tinha passado as minhas férias e do que mais tinha gostado nelas. Não menti! E ela não queria acreditar quando lhe disse que tinham sido os 15 dias na Macheira, com a avó e a Inês. "Tu, Rita? gostas de passar férias no campo? Tu que és tão citadina, tão vivaça...?" Eu mesmo!
Vou ter para sempre óptimas recordações e imensas saudades das férias com cheirinho a hortelã...
juro que estou mal disposta! não sei como vou fazer render este meu dia em que tenho tanto para estudar e ainda tantos compromissos nocturnos que começam ao fim da tarde...juro! estou mesmo mal disposta...

domingo, 2 de novembro de 2008

sábado, 1 de novembro de 2008

responsabilidade para que te quero?

RESPONSABILIDADE:
do Lat. * responsabilitates. f.,
qualidade do que é responsável;
obrigação de responder por certos actos próprios ou alheios ou por alguma coisa que lhe foi confiada.
- civil: obrigação, imposta pela lei, pela qual se tem de responder perante um terceiro pelos prejuízos que se lhe tenha causado;
- ilimitada: expressão designativa de uma sociedade por quotas ou de uma firma individual na qual os sócios ou o proprietário único respondem perante as dívidas da sociedade com todo o seu património pessoal e não só pelo valor do capital que subscrevem;
- limitada: expressão designativa de determinadas sociedades em que os respectivos sócios apenas são responsáveis na proporção do capital que nela tiverem aplicado;
- penal: obrigação imposta pela lei de alguém responder por certos actos (delitos, crimes, etc. ) sofrendo as sanções nelas estatuídas, caso se prove que os praticou.


RESPONSABILIDADE, para que te quero?

" Lembram-se de quando eram miúdos e a vossa maior preocupação era se iam ter uma bicicleta nos anos ou se poderiam comer biscoitos ao pequeno-almoço? Ser adulto é totalmente exagerado. A sério, não se deixem enganar pelos sapatos modernos, o sexo fantástico e o não haver pais a darem-nos ordens. A MATURIDADE É RESPONSABILIDADE.
RESPONSABILIDADE: cheira mesmo mal!
Passada a idade dos aparelhos e soutiens para as adolescentes, a responsabilidade não se vai embora. Não pode ser evitada. Ou alguém nos faz enfrentar ou sofremos as consequências. E, mesmo assim, a maturidade tem vantagens. Quer dizer, os sapatos, o sexo, os pais que já não nos dizem o que fazer. É muitíssimo bom."
(em Grey's Anatomy, episódio nrº5 - 1ª série - cuja série tenho os dvd's que a Rita Lisboa me emprestou e que tem feito as delícias de alguns momentos sossegados das minhas tardes de fim-de-semana e que está também a repetir na Fox)



Eu, ainda de aparelho (lol), a caminho da maturidade...a querer aproveitar cada momento desta minha fase entre adolescência e a fase adulta...
Como sempre e em todas as ocasiões, esta fase também não tem só vantagens ou desvantagens! E há também o desejo de querer experimentar a fase seguinte, porque a maturidade é responsabilidade e essa 'cheira mesmo mal', mas mesmo assim a maturidade tem vantagens e pode ser muitíssimo bom...
Ok. Esperar e viver o presente! Aproveitar (e de vez enquando fazer umas pequenas 'tontices' que vão fazer rir daqui a uns anos), ainda que com responsabilidade, para que a consciência possa estar tranquila...

sexta-feira, 31 de outubro de 2008

CAVALIA


" Pela primeira vez no palco, a arte equestre funde-se com a magia e a emoção sem precedentes em CAVALIA, numa inovadora extravagância multimédia...

Em homenagem á história comovente e ao fascinante laço entre o homem e o cavalo, CAVALIA é um poema escrito com a linguagem do som, da imagem aliados a uma extraordinária actuação.
Combinando efeitos visuais dramáticos, música ao vivo, dança, acrobacias com a presença ousada de mais de trinta magnificos cavalos - incluindo os incriveis garanhões Lusitanos - CAVALIA eleva o nível de entertenimento espectacular do século XXI"


Eu fui ver! Diz quem viu 'Circo du soleil' que este é um espectaculo inferior. Eu não tive oportunidade de ir ver e por isso não posso comparar, mas gostei muito deste! gostei tanto!...o vestuário, os maravilhosos cenários, a música... às vezes parecia um sonho e eu tinha vontade de participar daquele espectáculo e voar...

domingo, 26 de outubro de 2008

save room

de ontem para hj...

DANCE, DANCE, DANCE...
Jantar com os amigos e Lux só com as amigas



DANCE, DANCE, DANCE...

Ps - O Francisco Tojal faz hj anos! Parabéns Xico!

Peter Zumthor

Peter Zumthor, um dos mais importantes arquitectos da actualidade, no Lx Factory, até dia 2 de Novembro. 3 salas de exposição, cerca de 3000 m2. Uma retrospectiva, com projectos entre 1986 e 2007, 'mostrando a sua relação com o tempo, os lugares, os ambientes e os habitantes dos seus projectos'...


“A geometria ensina as regularidades das linhas, áreas e corpos no espaço. A geometria pode ajudar-nos a compreender como, na arquitectura, podemos lidar com o espaço.
A arquitectura conhece duas possibilidades fundamentais de formação do espaço: o corpo fechado, que isola o espaço no seu interior, e o corpo aberto que abraça uma parte do espaço ligado ao contínuo infinito. A expansão do espaço torna-se visível no posicionamento dos corpos alinhados em profundidade ou ordenados como placas ou barras.
Não exijo saber o que o espaço realmente significa. Quanto mais penso sobre a sua natureza, mais misterioso me parece. No entanto, estou seguro que, quando nós como arquitectos reflectimos sobre o espaço, é apenas como uma pequena parte desta infinidade que rodeia a terra que nós ocupamos. Mas cada obra estabelece um lugar nesta infinidade.
Com base nesta ideia desenho as primeiras plantas e cortes dos meus projectos. Faço diagramas geométricos e corpos simples. Tento ver os corpos inventados como objectos precisos no espaço e acho importante sentir como delimitan um espaço interior do espaço que os rodeia ou como captam o contínuo espacial infinito como um recipiente aberto.
Edifícios que nos impressionam transmitem-nos sempre uma sensação forte do seu espaço. Circundam de uma maneira espacial este vazio misterioso a que chamamos espaço e fazem-no oscilar.”

Zumthor, Peter; “Pensar a Arquitectura”; GG


(Já não fui informada a tempo da conferência, mas a exposição não me escapou e valeu muito a pena. Uma tarde cultural muito bem passada com a Joana e a Rita ...)

sábado, 25 de outubro de 2008

LA RA LA LA LA..'tá gostar'...



PS- Esta é para a minha Joana, porque sempre que toca no rádio o volume sobe e vamos em modo dançante, muito mais felizes e contentes, para a faculdade...

PARABÉNS JOANINHA


BRINDEMOS







Um brinde! mais um brinde! outro brinde!...que 21 tão 'brindados'.
Uma meia-noite 'just girls', com muitos presentinhos, docinhos, telefonemas, alegria e...muitos muitos muitos brindes!

Princesa, que os 21 te façam muito feliz e te ofereçam tudo aquilo que desejas e mereces!
Que eu faça parte dessa felicidade como até aqui fiz parte de tantas outras coisas na tua vida...

Um beijinho enorme!
BE HAPPY!
Muitos e muitos brindes!

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Linguine com salmão fumado


LINGUINE COM SALMÃO FUMADO:
tempo de preparação: 20 minutos
tempo total: 20 minutos
receita para: 4 pessoas

ingredientes:
400g de massa linguine
2 dentes de alho esmagados
2/3 cháv.de natas frescas ou crème fraîche
200g de pimentas assados em fatias finas
2 c.sopa de alcaparras passadas por água
40g de parmesão ralado
150g de salmão fumado cortado em tiras finas
sal e pimenta q.b.
1 c.sopa de azeite


1. Cozinhe a massa. Escorra e volte a colocar na panela.

2. Entretanto aqueça o azeite numa frigideira grande em lume médio. Adicione o alho, cozinhe mexendo por 30 segundos. Junte as natas, os pimentos e as alcaparras e deixe borbulhar, sem tapar, por 3 minutos ou até as natas reduzirem.

3. Adicione as natas e 1/4 cháv.parmesão à massa. Misture. Tempere com sal e pimenta. Sirva a massa com salmão fumado por cima, polvilhe com o restante parmesão.


Buon appetito!

COOKING


BLUE.COOKING, olha sempre para mim da prateleira, como quem diz "Levas-me contigo?". Ás vezes grita-me! Resisto-lhe! Posso lá eu fazer colecção de Vogues, e às vezes tb Elles, 2 e ás vezes 3 revistas de arte/arquitectura e ainda juntar á colecção uma revista de culinária? e há lá carteira que aguente? e ainda mais: tenho lá eu idade para coleccionar revistas de cozinha?...
Ai!, mas esta estava irresistivel! Na capa, uma toalha aos quadradinhos vermelhos e brancos, um prato branco e um garfo com cabo de madeira a enrolar esparguete...dava vontade de comer (e era hora do almoço. eu tinha fome...) O título? "Itália à sua mesa...". Prometia 40 receitas...
Itália anda-me atravessado! Não fui a Florença com os amigos visitar o Pedro, como planeado... Ainda não conheço a cidade que escolhi para viver um ano da minha vida e quem sabe até mais (já para o ano! quero mesmo ir! vou!)...
Os desejos misturaram-se! Itália! A revista...
Comprei!
E ainda não tive muito tempo para a ler e muito menos para experimentar as receitas...
Vou seleccionar uma para publicar!

No fundo, e ainda sem a ler, esta revista nº32 já me ofereceu imenso! Enquanto cortava cartão canson, para ajudar a minha Rita Lisboa com a maquete, viajava entre receitas, lugares que gostava de visitar e amigos...E por falar em amigos e viagens: o Diogo chegou ontem! Terminou, enfim, a viagem que fez só com certeza de ida. Paris, Florença (onde também eu deveria estar...)

Apontamento - Margarida Pinto

"A minha alma partiu-se, como um vaso vazio...caiu! partiu-se! caiu!"
Apesar dos narizes tortos em relação a este som, ainda assim esta música não consegue deixar de fazer os meus ombros mexerem ("asneira? impossível? sei lá...") e de fazer-me cantarolar...

"O que era eu? o que era eu? um vaso vazio! Ai, o que era eu, o que era eu?..."




"Não se zanguei com ela!"
"Asneira? Impossível? Sei lá..."

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Hoje é um dia especial


Especial não chega! Hoje é um dia MUITO/MUITÍSSIMO/IMENSAMENTE especial.



A princesinha Catarina atinge hoje a maior idade nos EUA (isto até merecia uma viagem pelo norte do Continente Americano. Umas comprinhas em New York caíam tão tão bem...Mas ok; esperamos pela nossa Jo...)

Que os 21 tragam tudo o que desejas! (e também muitos presentinhos em caixas douradas ou momentinhos para se poder usar aquilo que nelas vem dentro... )

FELIZ ANIVERSÁRIO!

domingo, 5 de outubro de 2008

Destruir depois de ler

para ter uma ideia:



A inteligência é relativa...
O que não faz qualquer sentido (ou parece não fazer) pode ser absolutamente genial! (digo eu, que gostei...)

Desde 2 de Outubro nos cinemas, a não perder!

AVISO:
este 'post' deve ser DESTRUÍDO DEPOIS DE LER!

foi assim...




sábado, 4 de outubro de 2008

Para hoje...


...festa Indiana. Vestidas a rigor pela querida Vyernu...isto hoje promete!

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

APONTAMENTO:


UM DIA...vamos ser ricos! Vamos cada um morar na sua cidade de eleição e encontrar-nos 'todos os fins de semana' numa cidade qualquer do mundo; vamos passar Natais, Passagens de Ano e Aniversários juntos, numa vila em Itália, França, Holanda, Alemanha... vamos passar férias na Índia, Tailândia ou Moçambique, com ou sem os 'putos'; vamos curtir o Carnaval no sambódromo do Rio de Janeiro e fazer compras nas lojas de New York; vamos ter barcos e, 'chissà', até uma avioneta...
Um dia, numa destas situações, vamos lembrar férias, jantares, viagens que fazemos agora (ou então achar que fomos umas 'nabiças' por não termos aproveitado mais as oportunidades que tivémos de o fazer...).
Vamos ser bons cidadãos, bons trabalhadores, ter uma família bonita (e grande) e continuar muito amigos!

Enfim, sonhar não custa e é um bom ponto de partida...


UM DIA VAMOS SER TÃO FELIZES (ainda mais felizes)!
(este é o resultado de uma conversinha de garagem, tardia, com o queridíssimo Gonçalo Bilé)

terça-feira, 30 de setembro de 2008

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

REGRESSO ÀS AULAS

O assunto é TABU (http://conversasdesaltoalto.blogspot.com/2008/09/tabu.html), mas, e já com duas semanas de atraso, teve que ser! O regresso às aulas aconteceu! E com ele um tempinho que não sabe se deixar ou não o sol brilhar (um bocadinho como eu ando também)...


E este ano tivémos um regresso ás aulas especial! Parece que as notas subiram ridiculamente e, de um momento para o outro, temos autênticos génios a matemática...

http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1342095
(Será da eficiência do ministério da educação?)

domingo, 28 de setembro de 2008

Faz-me o favor...

Faz-me o favor de não dizer absolutamente nada!
Supor o que dirá
Tua boca velada
É ouvir-te já.

É ouvir-te melhor
Do que o dirias.
O que és nao vem à flor
Das caras e dos dias.

Tu és melhor -- muito melhor!--
Do que tu.
Não digas nada.
Sê Alma do corpo nu
Que do espelho se vê.


(por Mário Cesariny)

Em atraso...

Em atraso, os PARABÉNS à prima Bárbara pelo seu 17o aniversário, à minha Rita Lisboa pelo seu 21º aniversário e à amiga da amiga Ines Andrade - a Pim, pelo seu 23º aniversário!

terça-feira, 23 de setembro de 2008

Ana Free

Ana actuou, 'free', ontem no Parque das Nações.
Ana Free está a fazer sucesso!

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Christian Siriano

"Christian Siriano, 22, was born to design."...


http://www.christianvsiriano.com/index.html

Project Runway_4 está outra vez a repetir na Sic Mulher. Vale a pena rever. Vale a pena conhecer o vencedor desta série, Christian Siriano.

domingo, 21 de setembro de 2008

MAMMA MIA

Tanto de disparatado, quanto de divertido...


Ainda que possa não ser o estilo de filme de muitos, vale a pena ver! Com toda a certeza que consegue arrancar-lhe uma boa gargalhada...

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

DONTCLICK.IT


CAN YOU RESIST CLICKING?


MAKE YORSELF HEARD.
EXPERIENCE A BUTTON-FREE WORLD.
YOU KNOW HOW TO USE A BUTTON, BUT DID YOU KNOW, GET A GLIMPSE ON THE IDEA BEHIND THIS.



EVERY IDEA HAS A STORY...
"DONTCLICK.IT started as an abstract idea, where the outcome initially was uncertain. It slowly grew to what it is now: an interface, that wants to be navegated under special conditions, to provide answers to questions, wich envolved during conception and production. Answers, given by you..."


http://www.dontclick.it/

WHAT DO YOU THING ABOUT THIS PROJECT?

MODERNRIOT


" MODERNRIOT is a full service new media design, development, and consulting firm. We specialize in high impact, intelligent design, and intuitive informational systems."


Não me pagam para fazer publicidade, mas acho que está realmente interessante!

EXPLORE! INSPIRE-SE!
http://www.modernriot.com/

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

terça-feira, 16 de setembro de 2008

LAOS

Depois da viagem a Moçambique já foram pensados outros destinos de férias: Bali, na Indonésia e Vietnam foram os que mais suscitaram curiosidade. Adorava também conhecer a Tailândia e ir ao 'mercado flutuante'. Laos não fica atrás e merece bem o lugar de possível próximo destino de férias...

Sobre o primeiro destino eleito pelo 'The New York Times' para viajar em 2008:

"Vietnam and Cambodia are so 2007. Now, Laos is shaping up to be Indochina's next hot spot. Ancient sites like the Wat Phou temple complex and the capital city of Vientiane are drawing culture seekers. Luxury teak houseboats are cruising down the Mekong. And global nomads are heading to Luang Prabang to sample the Laotian tasting menu at 3 Nagas (www.3nagas.com) or hang out by the infinity pool at the seriously upscale Résidence Phou Vao (www.residencephouvao.com)."





Parece-me outro potencial candidato a ser apelidado de "paraíso na terra"...
Mais em
http://www1.folha.uol.com.br/folha/turismo/asia/laos.shtml

TRAVEL - Where to go in 2008

De certeza que ainda dividido entre Portugal e o país onde esteve de férias, o Diogo publicou no seu perfil no facebook o site do "The New York Times", com um artigo bastante interessante.

O 'The New York Times' define Lisboa como o segundo melhor destino para viajar em 2008.

Os 20 primeiros:
1 LAOS;
2 LISBON
"Bargain-seeking tourists have long flocked to Lisbon, typically among the most affordable of European cities. But now the Portuguese capital is also emerging as a cultural force. The new Berardo Collection Museum (www.berardocollection.com), in the historic Belem district, boasts a major trove of modern and contemporary art. Designer hotels like Fontana Park (www.fontanaparkhotel.com) and Jerónimos 8 (www.almeidahotels.com) are attracting style-savvy travelers. And the Design and Fashion Museum, scheduled to open in late 2008, will go a long way toward cementing the city's avant-garde status.";
3 TUNISIA ; 4 MAURITIUS; 5 MID-BEACH, MIAMI; 6 SOUTH BEACH, MIAMI; 7 MALDIVES; 8 DEATH VALLEY; 9 COURCHEVEL; 10 LIBYA; 11 HVAR; 12 PUERTO VALLARTA; 13 SYLT; 14 PRAGUE; 15 QUITO; 16 LIVERPOOL; 17 MUNICH; 18 IRAN; 19 TUSCANY; 20 ANGUILLA...


Mais em
http://query.nytimes.com/gst/fullpage.html?res=9E0CE2D61638F93AA35751C1A9619C8B63&sec=&spon=&pagewanted=1

Escolha o destino que mais lhe atrai, faça as malas e BOA VIAGEM!

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Apadrinhar uma criança moçambicana

É impossivel não nos sentirmos tentados a querer ajudar uma criança moçambicana...

Em Moçambique vivi momentos realmente fantásticos, situações realmente encantadoras, em lugares realmente paradisíacos... Em todos esses momentos, situações e lugares estivémos sempre rodeados por inúmeras crianças. São aos milhares! É difícil não encontrar uma mulher com uma criança ao colo e atrás dela outras 5 ou 6 crianças, em fila. Também é comum meninas de 7 ou 8 anos de idade trazerem o irmão ou irmã de meses às costas...
Em Quelimane vi sorrisos realmente sinceros de crianças por receberem um caderno e uma caixa de lápis de cor. No Gurué, fomos acompanhados por mais ou menos 20 crianças descalças, durante cerca de 5km por má estrada de terra que o jipe teve dificuldade em enfrentar, só para nos acompanharem e agradecerem uma caneta, tipo Bic. Quando já não tinhamos canetas pediram-nos o saco de plástico onde as traziamos. Na ilha do Matemo, no arquipélago das Quirimbas, as crianças largavam pais e mães para vir passear de mão dada com o 'turista' que passava, sem receber em troca qualquer caderno, lápis ou caneta, que entretanto já tinhamos esgotado, ficavam encantadas apenas por aprenderem a dizer o nosso nome (na fotografia)...
São milhares! Precisam de ajuda! E é fácil apadrinhar uma criança moçambicana. Por apenas 21€/mês podemos ter um género de filho ou irmão à distância...
Mais informação em:
http://www.helpo.pt/index.php
http://mumemo.100free.com/apadrinhar.html
http://macua.blogs.com/moambique_para_todos/2008/07/um-afilhado-em.html
http://www.soscvs.org.mz/index.php?option=com_content&task=view&id=27&Itemid=44
http://www.freewebs.com/aldeiadapaz/apadrinhar.htm
mais ainda se procurar por "apadrinhar uma criança moçambicana".

Uma história verídica em
http://dn.sapo.pt/2006/03/31/sociedade/apadrinhar_crianca_21_euros.html

Moçambique - O Paraíso, afinal, existe...

Existe mesmo! Diz o querido Tomás e os amigos que foram passear à Índia que é lá que ele existe: http://nopaisdegandhi.blogspot.com/2008/09/costa-de-goa-paraiso-na-terra.html
Eu tenho a certeza que o Paraíso é em Moçambique...
(Querem sugerir algum outro lugar, que possam ter conhecido na vossa viagem, igualmente paradisíaco, Diogo e João?)
Afinal quantos 'paraísos' existem?
Importa que existe!

O Paraíso é assim...
Entre as 4h e as 5h da manhã - nascer do sol em Pemba, antigo Porto Amélia

Gurué, a terra onde o pai viveu, os extensos campos de chá que conhecia de ouvir falar...


Gurué - Lago da 'Chá Moçambique' (Fábrica de chá)

Gurué - Cascatas

Piscina do Pemba Beach Hotel and Spa, em Pemba


Ilha do Matemo, arquipélago das Quirimbas - Praia do Hotel 'Matemo Island'

Em 'Matemo Island', rodeada de meninos que vivem no paraíso e não sabem...
(aqui o meu aparelho nos dentes fez um sucesso...)


Ao fim de tanto tempo sem dar notícias, só podia 'reabrir' com uma notícia muito boa...
(reestreia também n'outro capítulo: http://conversasdesaltoalto.blogspot.com/2008/09/ressuscitei-com-saudades.html )

sexta-feira, 1 de agosto de 2008

FECHADO!


Reabre brevemente com novidades fantásticas de umas óptimas férias...

sábado, 12 de julho de 2008

Banda sonora para noite de trabalho!

Estou louca! Acordada a esta hora, a fazer portfólio de projecto, enquanto danço, sentada na cadeira, ao som da banda sonora da minha noite de trabalho! (sim! eu danço sózinha e com o meu portfólio esta musiquinha). Entretanto do que me tenho lembrado deste ano, enquanto, aos poucos, vou construindo o portfólio que agrupa os trabalhos de um ano lectivo inteiro (INTEIRO, mesmo! veja em http://conversasdesaltoalto.blogspot.com/2008/07/eu-e-o-portflio-em-conversas-de-saltos.html )


Dave Matthews Band - Stolen Awayn 55th & 3rd

(E através da musica descobri o fime! Tem todo o género de que vou gostar...Tenho que ver!)

quinta-feira, 10 de julho de 2008

"That's what friends are for"

Hoje estou naquele dia N-Ã-O! Sabe-se lá porquê, irritada e irritante!
As amigas tiveram que me aturar, desde as 10h30, hora a que nos juntámos no "Atelier das Princesinhas", até ás 21h e qualquer coisa, hora a que tive que ir buscar o maldito frango do churrasco.
A má disposição só teve pausa há hora do almoço, porque realmente o que me apetecia era convívio e nada de Ambiente e Sustentabilidade...
As frequências e exames nunca mais acabam e os planos para aproveitar o Verão são mais que muitos! Praia, viagens, jantares com "petit gateaux" para sobremesa, saidínhas, fotografias, blog...
Para além dos programinhas para as férias, a conversa da hora de almoço foi também sobre a amizade, a diferença entre ser “amiga” e ser “colega”, aquelas que duram desde sempre, aquilo que se esconde e não se precisa esconder das amigas!
Ao longo deste ano a Di, que ao princípio era só “aquela da voz sexy”, a Rita que era “a punk da Turma B do primeiro ano”, a Catarina que era “a do Z3” e a Vyernu com quem de todas falei primeiro ainda antes de entrar para a faculdade, tornaram-se as amigas com quem podemos falar de tudo, das quais não temos que ter vergonha de nada (nem mesmo de “sujar o sofá de história”), das quais não podemos ter medo de pedir apontamentos ou ajuda, aquelas que, juntamente com os outros “mais importantes”, se vão sentar na primeira fila do nosso casamento e ser convidadas para madrinhas dos nossos filhotes (lá vem a história do casamento e dos filhos outra vez!)... A Joaninha e a Mary, por conhecer há mais tempo, já estavam neste pacote!
Para o ano o que virá?! Podem vir mais, mas estas serão para sempre as de “Conversas de Salto Alto” e muito muito muito mais!
Escrevi hoje, e é verdade, “amarradas para sempre” (ou esse é, pelo menos, o desejo de agora).



“(...)
- Anda brincar comigo – pediu-lhe o principezinho. – Estou tão triste...
- Não posso ir brincar contigo – disse a raposa. – Não estou presa...
(...)

- O que é que “estar preso” quer dizer?
(...)
- É uma coisa que toda a gente se esqueceu – disse a raposa. – Quer dizer que se está ligado a alguém, que se criaram laços com alguém.
- Laços?
- Sim, laços – disse a raposa. – Ora vê: por enquanto, para mim, tu não és senão um rapazinho perfeitamente igual a outros cem mil rapazinhos. E eu não preciso de ti. E tu também não precisas de mim. Por enquanto, para ti, eu não sou senão uma raposa igual a outras cem mil rapousas. Mas, se tu me prenderes a ti, passamos a precisar um do outro. Passas a ser único no mundo para mim. E, para ti, eu também passo a ser única no mundo..."


("O principezinho", Antoine De Saint-Exupery)


quarta-feira, 2 de julho de 2008

Para contrariar os astros

de modo a contrariar os astros, um cheirinho do meu destino de férias




Moçambique: Maputo; Quelimane e Pemba/ilhas Quirimbas

terça-feira, 1 de julho de 2008

Até os astros estão contra mim...

Dizem que a vida de universitário é a melhor, mas quando chega a época de exames não é, com certeza, das mais fáceis! Projecto, entregas de trabalhos, apontamentos para cá e para lá, frequências, exame ou não...
Não está fácil!
E agora até os astros deram para estar contra mim! (e pela segunda semana consecutiva)

" A prontidão com que se apresentam oportunidades que acreditava estarem ainda distantes coloca-a perante escolhas complexas, severas, penosas e rigorosas. Uma repentina e insignificante falta de motivação ameaça a perda irrecuperável de uma oferta magnífica, á medida dos seus desejos mais acarinhados. Deixe de ser a parte prejudicada quando o assunto for de caráter financeiro. O pragmatismo impedirá que continue a investir numa relação há muito condenada ao fracasso recorrente"

Tenho a informar que estou disposta a confrontar os astros e vencê-los!

sexta-feira, 13 de junho de 2008

JÁ MARCHAVAS...

SEM EFEITO!

Ninguém marchou! nem sequer as t-shirts do manjerico!...Em vez disso, houve aquilo que seria um pequeno "desfile", mas que durou até quase ao amanhecer, de Santos à Sé, com os amigos e dores nos pés...

PONTO DE SITUAÇÃO

ESTE É O POST NRº
100

quarta-feira, 11 de junho de 2008

O outro assunto!

Não temos combustíveis, mas temos futebol! O país pára! Sai-se mais cedo do trabalho, adiam-se exames, fingi-se que se continua a trabalhar no autocad mas não se tira o olho da televisão e até se esquece, por momentos, a crise começada pela greve dos camionistas...Uma pausa, com cerca de 90 minutos, só para torcer pela selecção portuguesa e desejar que dê baile ás restantes equipas concorrentes ao primeiro lugar neste Euro 08.
E lá baile têm dado...

Nem em frasquinhos de perfume...

Depois de os preços estarem sempre a subir...Agora Gasóleo, Gasolina, 95, 98, com ou sem chumbo, ESGOTADO!
Há polícias a controlar as filas de carros nas bombas, há bombas fora de serviço, há "fricassés" entre quem chegou primeiro e quem põe depois...há de quase tudo!

Não perca tempo, vá atestar o seu depósito ou compre uma bicicleta!

terça-feira, 10 de junho de 2008

Boa companhia

A Cate descobriu a musiquinha que anima as minhas pausas do trabalho...e ás vezes, como não há tempo para muitas pausas, até mesmo durante o trabalho vai.

Eu, o autocad, a musica e os ombros a mexer...



Para além do mais é também a música do Euro 2008!
FORÇA PORTUGAL!

(viva os ombros a mexer!)

segunda-feira, 9 de junho de 2008

O tal assunto


O tal assunto! Não, podia ser, mas não é Amy Winehouse, nem o melhor jogador do mundo Cristiano Ronaldo. O tal assunto, aquilo que dá que falar, são os combustíveis, que não param de surpreender com nova subida de preços!
Não sei porque ainda surpreendem! Ultimamente está sempre a acontecer....ou então é por isso mesmo! Já não chega de nos sentirmos ameaçados pelos preços que a máquina marca quando abastecemos o depósito do carro?...


Sobre o tal assunto, na "Boca do Inferno", da Revista Visão, Ricardo Araújo Pereira opina:

"(...) Com a gasolina a este preço, nenhum bandido no seu juízo perfeito rouba um carro. É meter-se em despesas. Por cada três Multibancos que assalta, dois são para pagar a gasolina necessária para as deslocações. É evidente que não compensa. (...) O que eu lamento, sobretudo, é a sorte daquela gente que tem o hábito de meter um valor de gasolina, e não uma quantidade. O leitor sabe como é: em vez de meterem 10 litros de combustível, estão habituados a ir à bomba meter 10€. Coitados. De há dois ou três anos a esta parte, tiveram uma surpresa. Em 2005, metiam 10 litros, e hoje metem uma colher de sopa. Dantes enchiam o depósito com a mangueira, e agora abastecem com a colherzinha dos medicamentos.
Actualmente, é possível começar a encher o depósito e o preço do combustível aumentar duas ou três vezes enquanto se abastece. Uma pessoa pensa que tem dinheiro para atestar e no fim verifica que afinal tem de vender o carro para pagar a conta da gasolina (...) O melhor é ir encher o depósito antes que as estações de serviço comecem a vender gasolina em frasquinhos de perfume. Não deve faltar muito."

quarta-feira, 4 de junho de 2008

MUITO EM BREVE!



Carrie Bradshaw (Sarah Jessica Parker), Charlotte York (Kristin Davis), Miranda Hobbes (Cynthia Nixon) e Samantha Jones (Kim Cattrall) estão em breve nas nossas salas de cinema!
A não perder!

terça-feira, 3 de junho de 2008

Joss Stone



Ainda não tive tempo de ver videos do Rock in Rio e ler criticas, mas acredito e pelo que ouvi também sei que tenho razões para me arrepender de não ter assistido Joss Stone ao vivo na cidade do Rock! Fica para uma próxima oportunidade, que espero para breve...

segunda-feira, 2 de junho de 2008

Monsieur "Le Smoking"

"A grande história de amor de Yves Saint Laurent e sua grande paixão desde a mais tenra idade foi a moda", disse Pierre Bergé, com quem Saint Laurent, em 1961 criou a sua própria casa de alta costura.

............................................................................


"Depois de 40 anos de sucessos, Yves Saint Laurent disse adeus ao mundo da alta costura em 2002, deixando a sua marca na moda com modelos emblemáticos como o fato de duas peças e o "smoking", dando uma maior liberdade ao vestir feminino". (EL, rtp)

Agora, o estilista Yves Saint Laurent diz-nos outra vez adeus! Faleceu ontem, dia 1, na sua casa de Paris, com 71 anos.

Para sempre será lembrado e considerado como "o último da geração à qual pertenceram os célebres Christian Dior e Coco Chanel e que transformou Paris na capital mundial da moda".

("Le Smoking", espécie de smoking feminino, criado pelo estilista, em 1966, que representou uma mudança na forma de se vestir das mulheres).

I am Sam

"Love, love, love".
"I am Sam", o filme que me faz sempre chorar, hoje, no serão da rtp1

domingo, 1 de junho de 2008

o cabeça de cartaz!



Lenny Kravits e 16 canções, entre elas êxitos como «Mr. Cab Driver», «I'll be waiting», «Dig In», «Stillness of heart», ou o inevitável «Are You Gonna Go My Away» estiveram no palco mundo a encerrar a primeira noite do Rock in Rio 2008

Para mim o melhor momento do concerto foi com "Fly Away" que contagiou o publico todo, pondo-o a gritar a letra desta canção...

EU FUI

EU FUI! E foi assim:



E assim:



E assim:




Amy, darling, é melhor não insistires mais nesse "no, no, no" desconcertante; é melhor ires para a "rehab" e fazeres vencer aquele talento que oiço nos cd's!

..................................................................................

O primeiro grande alivio de todos foi vê-la aparecer em palco, apesar de cerca de 45 minutos de atraso (só! assim um danoninho a mais que o tempo que actuou). Depois disso cantou, sem encantar. "Amy mostrou-se frágil e sem convicção"! Cambaleante, balbulciou algumas palavras pedindo desculpa pelo estado da sua voz e disse mesmo que devia ter cancelado o concerto (olha obrigadinha, sim?). Embriagada, drogada (ou as duas coisas?), Amy esteve quase sempre de copo na mão, quase caiu (mas sem vergonha), deixou saltar um sapato do pé, puxava a saia para cima e para baixo, não tinha força para segurar o microfone com a mão ligada...enfim...
O público não sabia se aplaudia e assobiava ou não, numa mistura de emoções provocada pela artista...
As opiniões dividem-se: "Há os que vibraram com cada passo, cada gesto, cada trejeito de Amy. E há os que olharam para ela com uma certa pena, forte desilusão".

Tudo isto faz parte da actual imagem daquela que é a figura mais controversa da pop actual, Amy Winehouse. Não podia ter sido mais transparente e genuíno...e decadente...

quinta-feira, 29 de maio de 2008

quarta-feira, 28 de maio de 2008

EU VOU


EU VOU! Por um mundo melhor, para me divertir, para estar com os amigos e não pensar no imenso trabalho que tenho para fazer... Vou também para ver Amy Winehouse, apesar da cabeça de cartaz ser Lenny Kravits, e para dançar muito ao som da rainha da Bahía, Ivete Sangalo, que sei que vai pôr o público a mexer para lá e para cá com muita alegria. EU VOU logo no primeiro dia, com abertura de Paulo Gonzo, e fico com pena de não poder ver também Joss Stone, no dia 1, Domingo.

Já só penso naquele "no, no, no" e no contagiante "valerieeee, valerieeee", da "menina de 20 anos, com um ar quase angelical, que deu lugar a uma figura que já conhecemos bem: presa às drogas duras, irresponsável, decadente...e a transbordar talento". A semana toda, durante as minhas viagens de carro, cantei as musicas de Amy...


Será que ela vem? Será que canta?...Fico na duvida até vê-la subir ao palco.